FATORES DE PERCEPÇÃO SOCIAL SOBRE A INATIVIDADE LABORAL NO BRASIL

André Gambier Campos, Sandro Pereira Silva

Resumo


Este trabalho analisou quais os grupos de pessoas (definidos dos pontos de vista sociodemográfico e socioeconômico) que, apesar de estarem atualmente na inatividade, mantêm a disposição para se (re)inserir no mundo de trabalho. A relevância desta pesquisa reside no fato de que a inatividade e seus fatores condicionantes são elementos importantes para um conjunto de políticas públicas relacionadas, direta ou indiretamente, com o mercado laboral.

 

This study examined which groups of people (defined in sociodemographic and socioeconomic terms) that, although currently inactive, still maintain the willingness to enter the world of work. The relevance of this research lies in the fact that inactivity and their conditioning factors are important elements for a set of public policies relating, directly or indirectly, with the labor market.


Palavras-chave


Mercado de trabalho; Inatividade; Percepção social; Características sociais; Políticas públicas

Texto completo:

PDF

Referências


ÁGUAS, M. F. A importância da composição dos filhos para a participação da mulher na força de trabalho: uma análise para o Brasil de 1992 a 2008. In: encontro nacional de economia, 38, 2010, Salvador. Anais..., Salvador, 2010.

ÁGUAS, M. F. F.; PERO, V.; RIBEIRO, E. P. Heterogeneidade no mercado de trabalho: desemprego e inatividade no Brasil. Boletim de mercado de trabalho, Ipea, n. 38, 2009.

CHAHAD, J. P.; FERNANDES, R. O seguro desemprego e a trajetória ocupacional na força de trabalho brasileira. In: CHAHAD, J. P.; MENEZES-FILHO, N. (Org.). Mercado de trabalho no Brasil. São Paulo: LTr, 2002.

FERNANDES, R.; FELÍCIO, F. O ingresso de esposas na força de trabalho como resposta ao desemprego dos maridos: uma avaliação para o Brasil metropolitano. In: CHAHAD, J. P.; MENEZES-FILHO, N. (Org.). Mercado de trabalho no Brasil. São Paulo: LTr, 2002.

FERNANDES, R.; PICCHETTI, P. Uma análise da estrutura do desemprego e da inatividade no Brasil metropolitano. Revista Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 29, n. 1, 1999.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD). 2009.

Disponível em: www.ibge.gov.br.

OLIVEIRA, P. R.; SCORZAFAVE, L. G.; PAZELLO, E. T. Desemprego e inatividade nas metrópoles brasileiras: as diferenças entre homens e mulheres. Revista Nova Economia, v. 2, n. 19, 2009.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2014.v7i1.96

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.