Inserção profissional no mundo do trabalho: perspectivas de egressos e formandos do curso de Administração

Juliana Duarte Ferreira, Nuvea Kuhn, Natieli Perassolo Kaiber, Flavia Luana Alves

Resumo


As organizações demandam por profissionais cada vez mais qualificados, o que requer um perfil de trabalho focado no desenvolvimento de competências. Em virtude da sua ampla área de atuação, o administrador é um dos profissionais mais solicitados, uma vez que estuda os princípios da gestão, tendo a capacidade de alinhá-los com as necessidades do ambiente organizacional. Esta pesquisa teve como objetivo analisar as perspectivas de egressos e formandos do curso de Bacharelado em Administração de uma Instituição de Ensino na cidade de Santa Rosa, localizada na região Noroeste do Rio Grande do Sul, em relação a inserção profissional do administrador no mundo do trabalho. A pesquisa possuiu uma abordagem mista, com dados quantitativos e qualitativos obtidos por meio da aplicação de questionários. Os resultados demostraram que 69,2 % dos egressos e 62% dos formandos trabalha em Santa Rosa, de modo que entre estes, respectivamente, 75 % e 54,3 % atua na área de administração; a profissão de administrador oferece diversas oportunidades de trabalho, porém, Santa Rosa não oferta vagas em quantidade suficiente; e a expectativa de nenhum egresso em relação a inserção profissional no município se concretizou totalmente. Constatou-se que a cidade necessita aumentar a oferta de postos de trabalho para atender a demanda dos administradores em exercerem sua profissão. Para isso, é necessário que empresas de grande porte oportunizem a atuação do administrador na gestão empresarial, que as pequenas empresas valorizem a administração como meio de gerar sucesso ao negócio e também que a profissão seja mais valorizada através de ações públicas junto aos empresários.

 

Organizations demand more and more qualified professionals, which requires a work profile focused on the development of skills. Due to its wide area of activity, the administrator is one of the most requested professionals, since it studies the principles of management, having the ability to align them with the needs of the organizational environment. This research had the objective of analyzing the perspectives of graduates and graduates of the Bachelor's degree in Administration of a Teaching Institution in the city of Santa Rosa, located in the Northwest region of Rio Grande do Sul, in relation to the professional insertion of the administrator in the world of work. The research had a mixed approach, with quantitative and qualitative data obtained through the application of questionnaires. The results showed that 69.2% of graduates and 62% of trainees work in Santa Rosa, so that 75% and 54.3% of them work in the administration area; the profession of administrator offers several job opportunities, however, Santa Rosa does not offer enough vacancies; and the expectation of no egress in relation to the professional insertion in the municipality was fully realized. It was verified that the city needs to increase the supply of jobs to meet the demand of the administrators in exercising their profession. For this, it is necessary that large companies opportune the performance of the administrator in business management, that small companies value administration as a means to generate success to the business and also that the profession is more valued through public actions with the entrepreneurs.


Palavras-chave


Administração; Competências; Inserção Profissional

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, João Paulo Faria; ANTIGO, Mariangela Furlan. Desemprego e Qualificação da Mão de Obra no Brasil. Revista de Economia Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, pp. 308-335, 2016.

BEIGUELMAN, Paula. Formação do povo no complexo cafeeiro: aspectos políticos. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1977.

CAMPOS, Ilka Maria Soares; ROSA, Maria Nilza Barbosa. O administrador e o mercado de trabalho: análise do perfil evigido pelas empresas em João Pessoa/PB. In: VI CONVIBRA - Congresso Virtual Brasileiro de Administração, 2009. Anais eletrônicos.

CANOPF, Liliane; FESTINALLI, Rosane Calgaro; ICHIKAWA, Elisa Yoshie. A Expansão do Ensino Superior em Administração no Sudoeste do Paraná: Reflexões Introdutórias. Revista de Administração Contemporânea, v. 9, n. 3, pp. 79-97. 2005.

CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO (CFA). Mercado de Trabalho para o Administrador.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração nos novos tempos. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO (CRA/AP). 2017. Mercado de Trabalho.

CONSELHO REGIONAL DE AMINISTRAÇÃO (CRA/ES). 2017. Manual do Administrador.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, 2005.

CUNHA, Danilo Regis da et al. Mercado de Trabalho no Brasil: Características da informalidade. Pesquisa & Debate, v. 25, n. 1, pp. 01-24, 2014.

DEDECCA, Cláudio Salvadori. Notas sobre a Evolução do Mercado de Trabalho no Brasil. Revista de Economia Política, v. 25, n. 1, pp. 94-101. 2005.

ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL (ESAB). Profissão e mercado de trabalho – Bacharelado em Administração. ESAB.

FERREIRA FILHO, Edson Pinto; ANDRADE, Aline Ferreira de; SOUZA, Luciano Querino de. A administração e os desafios da contemporaneidade: a percepção dos acadêmicos do curso de administração quanto ao desenvolvimento de sua empregabilidade. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2013. Anais eletrônicos... Rio de Janeiro: 2013.

GEBARA, Ademir. O mercado de trabalho livre no Brasil (1871-1888). São Paulo: Brasiliense, 1986.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Brasil em Síntese, 2018.

KIRDEIKAS, João Carlos Vieira. A Formação do Mercado de Trabalho no Brasil: uma Análise da Legislação Sobre Locação de Serviços no Século XIX. In: XXXI Encontro Nacional de Economia, 2003. Anais eletrônicos.

KOWARICK, Lúcio. Trabalho e vadiagem: a origem do trabalho livre no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1987.

LEONE, Eugenia Troncoso. O perfil dos trabalhadores e trabalhadoras na economia informal. Escritório da OIT no Brasil (Série Trabalho Decente no Brasil; Documento de trabalho n.3). Brasília, 2010.

MATHEUS, Tiago Corbisier. Jovens e mercado de trabalho. GV Executivo, v. 10, n. 1, 2011.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Relatório técnico contendo estudo sobre a atual relação oferta/demanda de cursos de graduação no Brasil, como subsídio ao Conselho Nacional de Educação para a formulação de políticas públicas que possibilitem a melhor distribuição da oferta de vagas no ensino superior de graduação. MEC – MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Brasília, 04 de junho de 2013.

OLIVEIRA, Felipe Henrique De et al. Mercado de trabalho: requisitos para um recém-formado em administração, 2014.

ORLICKAS, Elizenda. Modelos de Gestão: das terorias da administração à gestão estratégica. Curitiba: 2012.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA ROSA. Economia do Município, 2017.

ROSA, Fernanda Natália da. Competências do administrador: uma análise comparativa entre a necessidade do mercado e a formação dos acadêmicos do curso de administração da Unijuí campus Ijuí. 2015. 83f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí.

SANTOS, Lorraine Menezes dos. Diferencial de rendimentos entre o setor de serviços formal e informal: o caso do Nordeste nos anos 1992 e 2005. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa. 2007.

SILVA, Guaraci Alves F.; SANTANA, João Vitor Santos. 2008. O Perfil do Administrador de Empresas Exigido Pelo Mercado de Trabalho em Tempos de Crise. CRAES.

SIMÕES, Pedro Henrique de Castro; ALVES, José Eustáquio Diniz; SILVA, Pedro Luis do Nascimento. Transformações e tendências do mercado de trabalho no Brasil entre 2001 e 2015: paradoxo do baixo desemprego?, Revista Brasileira de Estudos da População, v. 33, n. 3, pp. 541-566, 2016.

VIEIRA, Saulo Fabiano Amâncio et al. Ensino de empreendedorismo em cursos de administração: um levantamento da realidade brasileira. Ensino e Pesquisa em Administração, v. 12, n. 2, pp. 93-114, 2013.

WOOD, Thomaz J.R.; CALDAS, Miguel P. Empresas brasileiras e o desafio da competitividade. Revista de Administração de Empresas, v. 47, n. 3, 2007.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2019.v12i1.637

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Foco

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.