FAÇO O QUE DIGO? A relação entre o Projeto Político Pedagógico e a prática Docente

Ricardo Ribeiro Rocha Marques, Marina Batista Chaves Azevedo de Souza

Resumo


A partir das discussões que existem sobre a necessidade da existência de ações práticas para a implementação da teoria contida nos Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) dos cursos de graduação, tem-se como objetivo analisar o discurso de dez professores pertencentes a dois cursos de diferentes áreas do conhecimento (ciências sociais aplicadas e ciências da saúde). Foram verificadas questões que integram os projetos, de maneira a questionar se existe coerência entre a teoria e a prática docente, quando levados em consideração os projetos de cada curso. A pesquisa pode ser configurada como de campo, descritiva, e qualitativa, com dados analisados a partir de uma epistemologia interpretativista, utilizando a análise do conteúdo com categorias definidas a priori. Foram entrevistados 5 professores do curso de Administração da Universidade Estadual da Paraíba, e 5 professores de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba. O roteiro semiestruturado foi construído tendo como base os preceitos de Masseto (2012) sobre o conteúdo e a necessidade de um projeto bem desenvolvido e implementado pela instituição e docência. De acordo com o modelo teórico, os resultados demonstraram fragilidade nas práticas docentes quando estas são comparadas ao que se tem nos projetos de cada curso, evidenciando a necessidade de melhor planejamento docente, engajamento com o projeto e integração entre docência e instituição.

 

According to the discussions about the need for practical actions to implement the theory contained in the Political Educational Projects (PPP) of undergraduate courses, the objective is to analyze the discourse of ten teachers from two courses in different areas (Applied social sciences and health sciences). We checked the issues that are part of these projects, trying to discover if there is some consistency between theory and the teaching practice, when we consider the project of each course. The research can be configured as a field research, descriptive, and qualitative, having the data analyzed from an interpretative epistemology, using the content analysis method with categories defined a priori. Five professors of the Administration course of the State University of Paraíba and five professors of Occupational Therapy of the Federal University of Paraíba were interviewed. The semi-structured script was constructed based on the precepts of Masseto (2012) on the content and the need for a project well developed and implemented by the institution and teaching. According to the theoretical model, the results showed weakness in the teaching practices when these are compared to what one has been in the projects of each course, highlighting the need for better educational planning, engagement with the project, and integration between teaching and institution.


Palavras-chave


Administração; Ensino; Projeto Político Pedagógico; Terapia Ocupacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Verônica Santos et al . Integração curricular na formação superior em saúde: refletindo sobre o processo de mudança nos cursos do Unifeso. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 31, n. 3, p. 296-303, Dec. 2007. Available from < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022007000300013&lng=en&nrm=iso >Acesso em 03 dez. 2015.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004. 280 p.

BARRETO, Maria da Graça Pitiá; BARRETO, Eduardo Fausto; BARRETO, João Marcelo Pitiá. O Mapa Estratégico de um Curso de Administração. Revista de Ciências da Administração, v. 11, n. 23, p. 134-156, 2009.

BORBA, A. M. de; LUZ, S. P. da (Coord.). Formação continuada para docentes do Ensino Superior: apontamentos para novas alternativas pedagógicas. Itajaí: UNIVALI, 2002.

BRAGA, G. B.; OLHER, B. S.; REIS, F. N. C.; OLIVEIRA, A. R. Análise da Formação Curricular dos Cursos de Administração Oferecidos por Instituições Federais na Zona da Mata Mineira à Luz da Resolução CNE/CES N° 4 - de 13 de julho de 2005. Revista Administração em Diálogo. São Paulo, vol. 13, n.3, p.56-68, set./dez. 2011.

CASTRO, Cláudio de Moura. O ensino da administração e seus dilemas: notas para debate. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 21, n. 3, p. 58-61, Set. 1981. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003475901981000300006&%20lng=en&nrm=isso > Acesso em 06 dez 2015.

CHING, Hong Yuh; SILVA, Edson Coutinho da; TRENTIN, Paulo Henrique. Formação por competência: experiência na estruturação do projeto pedagógico de um curso de Administração. Administração: Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 15, n. 4, p. 697-727, dez. 2014. ISSN 2358-0917. Disponível em: < https://raep.emnuvens.com.br/raep/article/view/2 >. Acesso em: 03 dez. 2015.

CUCHIARO, André Luiz; CARIZIO, Walkiria Graick. Ensino superior, currículo e formação profissional. Revista Fafibe On-line, 2011.

FRANCISCO, T. H. A.; MELO, P. A.; SILVA, J. E. O.; RAMOS, A. M. A relação entre o índice geral de curso e o projeto pedagógico institucional: análise de faculdades isoladas. Revista Alcance, v. 20, n. 2, p. 186-202, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 46.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

GONCALVES-DIAS, Sylmara Lopes Francelino; HERRERA, Carolina Bohórquez; CRUZ, Myrt Thânia de Souza. Desafios (e dilemas) para inserir "Sustentabilidade" nos currículos de administração: um estudo de caso. RAM, Rev. Adm. Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 119-153, junho 2013. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-69712013000300006&%20lng=en&nrm=isso > Acesso em 03 Dec. 2015.

IGLÉSIAS, Alessandro Giraldes; BOLLELA, Valdes Roberto. Integração curricular: um desafio para os cursos de graduação da área da Saúde. Medicina (Ribeirao Preto. Online), Brasil, v. 48, n. 3, p. 265-272, jun. 2015. ISSN 2176-7262. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/104318/102966 >. Acesso em: 03 dez. 2015.

JENOVEVA-NETO, Roseli et al. Análise dos cursos de administração e ciências contábeis da UNESC à luz das habilidades cognitivas fundamentadas na taxonomia de bloom. RACE - Revista de Administração, Contabilidade e Economia, [S.l.], v. 12, n. 3, p. 309-330, abr. 2014. ISSN 2179-4936. Disponível em: < http://editora.unoesc.edu.br/index.php/race/article/view/3358 >. Acesso em: 03 Dez. 2015.

JUSTEN, Agatha; GURGEL, Claudio. Cursos de Administração: a dimensão pública como sujeito excluído. Cad. EBAPE.BR, Rio de Janeiro , v. 13, n. 4, p. 852-871, dez. 2015 . Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512015000400011&lng=pt&nrm=iso >. Acesso em 03 dez. 2015.

LOWMAN, J. Dominando as técnicas de ensino. São Paulo: Atlas, 2004.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2012.

MASETTO, M. (Org.). Docência na universidade. Campinas, SP: Papirus, 1998.

MEDEIROS, A. M. S. Docência no ensino superior: dilemas contemporâneos. R. Faced, Salvador, n.12, p.71-87, 2007.

NICOLINI, Alexandre. Educação em administração. Qual será o futuro das fábricas de administradores?. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 2, p. 44-54, 2003.

PALÁCIOS, Fernando Colares. Proposta de Esquema Analítico para o Processo Estratégico–O Caso de uma Universidade Pública. Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 2, 2014.

PICAWY, Maria Maira. PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional, PPI – Projeto Pedagógico Institucional e PPC – Projeto Pedagógico de Curso, entre o dito e o feito, uma análise da implementação em três IES/RS/Brasil. 2008. 262f. Porto Alegre, 2008. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação. Programa de Pós-graduação em Educação, PUCRS, Porto Alegre, 2008.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. G. C. Docência no superior. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

SANCHES, R. C. F. Avaliação institucional e projeto pedagógico: articulação imprescindível. Marília, 185 p., 2007. Dissertação (Doutorado) – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho.

SILVA, F. R. ; GHIZONI, Liliam Deisy ; EMMENDOERFER, Magnus Luiz . Trabalho e saúde: um olhar sobre a incidência dessas temáticas nos cursos de administração de universidades federais brasileiras.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP) , v. 16, p. 341-380, 2015.

SILVA, A. B.; LIMA, T. B.; SONAGLIO, A. L. B.; GODO I, C. K. Dimensões de um Sistema de Aprendizagem em Ação para o ensino de Administração. Administração: Ensino e Pesquisa Rio de Janeiro v. 13 no 1 p. 9-41, jan, fev, mar, 2012.

SOUZA, Maria de Fátima Arruda; FILIPAK, Sirley Terezinha. Construindo o projeto pedagógico no ensino superior: a visão dos sujeitos. Revista Diálogo Educacional, v. 2, n. 4, p. 1-9, 2001.

TARDIFF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente hoje: elementos para um quadro de análise. In. ______. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2007

THOMAZI, Áurea Regina Guimarães; ASINELLI, Thania Mara Teixeira. Prática docente: considerações sobre o planejamento das atividades pedagógicas. Educar em Revista, n. 35, p. 181-195, 2009.

TORDINO, C. A.Trabalhos intercalares no curso de administração: alternativa à prática da multidisciplinaridade e interdisciplinaridade. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 2, p. 271-294, 2014.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

WALTER, S. A.; BACH, T. M. Prioridades de melhoria nas dimensões de qualidade no ensino em um curso de Graduação em Administração. Tecnologias de Administração e Contabilidade, v. 4, n. 1, p. 27-45, 2014.

WILL, João Manuel; PACHECO, José Augusto. Currículo e gestão curricular: uma reflexão inicial. Revista Espaço do Currículo, v. 4, n. 2, 2009.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2017.v10i2.425

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.