O ENSINO DA ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES NA CIDADE DE MARINGÁ-PR: análise das metodologias e abordagens teóricas utilizadas nos cursos de graduação em Administração

Igor Gonçalves Guerreiro, Priscilla Borgonhoni Chagas

Resumo


Este trabalho tem por objetivo compreender as metodologias e abordagens teóricas utilizadas pelos docentes das Instituições de Ensino Superior da cidade de Maringá-PR para ministrar a disciplina da Administração da Produção e Operações (APO). O trabalho adota uma pesquisa qualitativa, na qual entrevistas semiestruturadas foram aplicadas com nove docentes que ministram a disciplina de APO em seis instituições da cidade. Os resultados apresentaram as metodologias de ensino utilizadas pelos docentes para ministrar o conteúdo, contribuindo para as instituições avaliarem os desafios que possuem no processo ensino-aprendizagem, bem como realizar uma análise dessas práticas, impactando na qualidade do ensino. Essa avaliação influencia na matriz curricular e ementa das instituições pesquisadas do curso de Administração, pois algumas concepções e ferramentas dos sistemas de produção não são ministradas pelos professores por não comporem o conteúdo programático da disciplina, impactando na qualidade do processo ensino-aprendizagem. Por fim, o artigo colabora com a discussão qualitativa da educação brasileira, contribuindo para que as instituições reflitam sobre o ensino e a formação do administrador no contexto atual.

 

The aim of this article is to understand the methodologies and theoretical approaches used by the teachers of the Institutions of Higher Education in the city of Maringá-PR to minister the discipline of the Production and Operations Management (POM). The study adopts a qualitative research, in which semi-structured interviews were applied with nine professors that minister the POM discipline in six institutions of the city. The results presented the teaching methodologies used by the teachers to deliver the content, contributing to the institutions to evaluate the challenges they have in the teaching-learning process, as well as to carry out an analysis of these practices, impacting on the quality of teaching. This evaluation influences in the curricular matrix and the menu of the researched institutions of the Administration course, since some conceptions and tools of the production systems are not taught by the teachers because they do not make up the programmatic content of the discipline, impacting on the quality of the teaching-learning process. Finally, the article contributes to the qualitative discussion of Brazilian education, contributing to the institutions' reflection on the teaching and formation of the administrator in the current context.


Palavras-chave


Ensino Superior Brasileiro; Ensino de Administração; Administração da Produção e Operações

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - ANGRAD. Pesquisa PHAD/96 – Perfil e Habilidades do Administrador. 1996. Disponível em . Acesso em 25 Nov. 2016.

BAUER, C.; SEVERINO, A. J. Plano nacional de educação (PNE) 2014-2024: compromissos, desafios e Perspectivas. EccoS Revista Científica, Enero-Abril, p. 11-15, 2015.

BIANCHI, G.; OLIVEIRA, S. R. As representações sociais dos universitários de Administração sobre a experiência de estágio. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 35., 2011, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2011. 1 CD-ROM.

BIDO, D. de S. O ensino de administração da produção e operações na cidade de São Paulo: um estudo comparado de programas e livros didáticos utilizados nos cursos de graduação em administração de empresas. 2004. 144 f. Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, São Paulo, 2004.

BORNIA POULSEN, C. J.; BANDEIRA, D. L. Um estudo exploratório dos regimes acadêmicos adotados por instituições privadas de ensino superior no Brasil. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL [recurso eletrônico]. Florianópolis, SC. Vol. 8, n. 3, (set. 2015), p. 305-326, 2015.

BRASIL. Parecer N° 9394. Lei das Diretrizes e Bases da Educação. Aprovado em: 20 dez. 1996. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2016.

BRASIL. Parecer N° CNE/CES 0146/2002. Diretrizes Curriculares Nacionais. Ministério da Educação – Conselho Nacional da Educação. Aprovado em: 03 abr. 2002. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2016.

CASTRO, Cláudio de Moura. O ensino da administração e seus dilemas: notas para debate. Revista de Administração de Empresas, v. 21, n. 3, p. 58-61, 1981.

CONSELHO NACIONAL DA EDUCAÇÃO – CNE/CES. Parecer N° 0134/2003. Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Administração. Ministério da Educação – Conselho Nacional da Educação. Aprovado em: 4 jun. 2003. Disponível em: . Acesso em: 02 de fev. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS. Censo da Educação Superior 2005. Disponível em: . Acesso em: 30 de jan. 2017.

______. Censo da Educação Superior 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 de jan. 2017.

______. Censo da Educação Superior 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 de fev. 2017.

______. Exame Nacional de Desempenho de Estudantes 2006. Disponível em: . Acesso em: 05 de fev. 2017.

______. Exame Nacional de Desempenho de Estudantes 2012. Disponível em: . Acesso em: 07 de fev. 2017.

______. Portaria Normativa n° 40. Ministério da Educação – Sistema Eletrônico de Fluxo de Trabalho e Gerenciamento de Informações Relativas aos Processos de Regulamentação da Educação Superior no Sistema Federal de Educação. Aprovado em: 12 dez. 2007. Disponível em: . Acesso em: 30 de jan. 2017.

______. Índice Geral dos Cursos 2007 – 2014. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/web/guest/indice-geral-de-cursos-igc->. Acesso em: 09 de fev. 2017.

MOREIRA, D. A. Tendências do ensino de Administração da Produção e Operações: sugestões para professores e pesquisadores. Revista Álvares Penteado. V. 1, N°3, p. 87-112, 1999.

OLIVEIRA, A. L.; LOURENÇO, C. D. S.; CASTRO, G. C. Ensino de administração nos EUA e no Brasil: uma análise histórica. Revista Pretexto, v. 16, n. 1, p. 11-22, 2015.

OLIVEIRA, V. C.; BASTOS, R. R. Exame Nacional de Cursos: Análise da Relação entre Conceitos, Qualificação e Dedicação Docente nas Escolas de Administração em 2000, 2001 e 2002. Encontro Nacional de Pós-Graduação em Administração – ENANPAD, 29. Anais... Brasília/DF: ANPAD, 2005.

PILÃO, Nivaldo E. As disciplinas de administração da produção nos cursos superiores de administração de empresas ministrados na grande São Paulo. 1987. 144 f. Dissertação (Mestrado) – Programa Pós-Graduação em Administração, Escola de Administração de Empresas de São Paulo, São Paulo, 1987.

PLANO NACIONAL DA EDUCAÇÃO (PNE). Parecer N° 13005. Aprovado em: 25 jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 de fev. 2017.

SEVERINO, A. J. O ensino superior brasileiro: novas configurações e velhos desafios. Educar, n. 31, p. 73-89, 2008.

VERHINE, R. E.; DANTAS, L. M. V. Avaliação da Educação Superior no Brasil: do Provão ao ENADE. Documento Preparado para o Banco Mundial. 2005.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2017.v10i2.409

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.