FORMAÇÃO DO DOCENTE PARA A GESTÃO UNIVERSITÁRIA: uma análise indutiva dos professores gestores da pós-graduação stricto sensu da UFRRJ

Ana Cristina de Albuquerque Lima Rodrigues, Beatriz Quiroz Villardi

Resumo


Os professores gestores dos Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro são oriundos de áreas diversas à Administração. A ausência de formação específica orientada para o desempenho das funções da gestão levou ao objetivo desta pesquisa: descrever como o professor gestor de Programa de Pós-Graduação em Instituição Federal de Ensino Superior – IFES aprende e desenvolve suas competências gerenciais, mesmo sem capacitação específica para a gestão. Para alcançá-lo na pesquisa, adotou-se metodologia qualitativa indutiva de análise de dados, nos termos de Thomas, pela qual os resultados emergem dos dados pesquisados. Da análise resultaram formas, fontes e conteúdo da aprendizagem gerencial destes docentes, e o que desejam aprender, que permitiram identificar assuntos para capacitação na gestão. Neste artigo especificamente, que tem por objetivo evidenciar a ausência de formação do docente para a função de gestor, considerou-se a capacitação para o desenvolvimento de competências e consequente desempenho das funções no serviço público federal, assim como a transição do docente para função de gestor.  As recomendações finais envolvem processos de aprendizagem na prática da gestão, necessidade de reflexão para desenvolver competências considerando a relação entre contexto social, indivíduo e suas experiências vividas.

 

The management professors of the Post-Graduation Programs of the Federal Rural University of Rio de Janeiro come from different areas to the Administration. The lack of specific training oriented to the performance of the management functions led to the objective of this research: To describe how the professor of postgraduate program in Federal Institution of Higher Education – IFES Learns and develops their managerial skills, even without specific training for management. To reach it in the research, it was adopted a qualitative inductive methodology of data analysis, according to Thomas, by which the results emerge from the data surveyed. From the analysis resulted the forms, sources and content of managerial learning of these teachers, and what they want to learn, which made it possible to identify subjects for training in management. In this article specifically, which aims to evidence the absence of teacher training for the role of manager, it was considered the qualification for the development of competences and consequent performance of the functions in the federal public service, as well as the transition from teacher to manager. The final recommendations involve learning processes in the management practice, need for reflection to develop competencies considering the relationship between social context, individual and their lived experiences.



Palavras-chave


Gestão universitária; Professor gestor; Formação

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria TC, MAIA, F.A, BATISTA, N.A. Gestão nas escolas médicas e sustentabilidade dos programas de desenvolvimento docente. Avaliação (Campinas) [online], vol.18, n.2, pp.299-310, 2013. ISSN 1414-4077. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772013000200004&lng=pt&tlng=pt >. Acesso em 13 de junho de 2015.

ANTONACOUPOLOU, E. The relationship between individual and Organizational Learning: New evidence from managerial learning practices. Management Learning Journal, v. 37, n.4, p. 455-473, 2006. Disponível em < http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1350507606070220 >. Acesso em 10 de agosto de 2015.

ARAÚJO, M.M.S.; O pensamento complexo: desafios emergentes para a educação on-line. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 36, p. 515-551, Set/Dez 2007. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-24782007000300010&script=sci_%20arttext >. Acesso em 13 de junho de 2015.

BARBOSA, M.A.C.; MENDONÇA, J.R.C. O Professor-Gestor em Universidades Federais: alguns apontamentos e reflexões. Teoria e Prática em Administração, v. 4, n. 2, p. 131-154, 2014. Disponível em < http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/tpa/article/view/18175 >. Acesso em 10 de abril de 2015.

BISPO, M.S.; MELLO, A.S. A miopia da aprendizagem coletiva nas organizações: existe uma lente para ela? Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 12, n. 3, p. 728-745, set/dez, 2012 Disponível em < http://www.revistas.unifacs.br/index.php/rgb/article/view/2252 >. Acesso em 10 de abril de 2015.

BRANDÃO, H.P. e BABRY, C.P. Gestão por Competências: métodos e técnicas para o mapeamento de competências. Revista do Serviço Público. Brasília 56 (2): 179-194, Abr./Jun, 2005. Disponível em < https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/224 >. Acesso em 10 de abril de 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9394, de 20/12/1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm >. Acesso em: 18 de fevereiro de 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer nº 977/65, C.E.Su, aprov. em 3-12-65. Definição dos Cursos de Pós-Graduação. Disponível em < https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Parecer_CESU_977_1965.pdf >. Acesso em 13 de junho de 2015.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm >. Acesso em: 18 de fevereiro de 2016.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 9.192, de 21 de dezembro de 1996. Altera dispositivos da Lei nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, que regulamentam o processo de escolha dos dirigentes universitários. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9192.htm >. Acesso em: 18 de fevereiro de 2016.

CAMPOS, D.C.S; SOUZA, N.B; CAMPOS, A.B.; CUNHA, N.R.S.; MAGALHÃES, E.M.; CARVALHO, R.M.M.A. Competências Gerenciais Necessárias aos Professores-Gerentes que Atuam em Pró-Reitorias: o caso de uma Instituição Federal de Ensino Superior de Minas Gerais. XXXII ENANPAD, Rio de Janeiro, set/2008. Disponível em < http://www.anpad.org.br/admin/pdf/GPR-A2302.pdf >. Acesso em 13 de junho de 2015.

CAPES - http://www.capes.gov.br Último acesso em 20 de outubro de 2016.

ÉSTHER, A.B Que universidade? Reflexões sobre a trajetória, identidade e perspectivas da universidade pública brasileira. Espacio, Tiempo y Educación, v.2, n.2, p.197-221, jul./dez. Salamanca, 2015. Disponível em < https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5109066 >. Acesso em 16 de novembro de 2016.

ÉSTHER, A. B.; & SALOMÃO FILHO, A. Tensões e desafios na construção da identidade de “novos gerentes”. Pesquisas e Práticas Psicossociais v.7, n.1, p.139-153, jan./jun. São João del-Rei, 2012. Disponível em < http://www.ufsj.edu.br/portal2-repositorio/File/revistalapip/Volume7_n1/Esther_%26_Salomao_Filho.pdf >. Acesso em 16 de novembro de 2016

ÉSTHER, A.B. As competências gerenciais dos reitores de universidades federais em Minas Gerais: a visão da alta administração. Cadernos EBAPE, v. 9, Edição Especial, p.648–667, artigo 10, Rio de Janeiro, Jul. 2011. Disponível em < http://www.spell.org.br/documentos/ver/1317 >. Acesso em 16 de novembro de 2016

ÉSTHER, A.B. Identidade gerencial de diretores de unidades acadêmicas em uma Universidade Federal Mineira. Revista Gestão e Planejamento, v. 9, n.1, p.37-55, jan./jun., Salvador, 2008. Disponível em < http://www.revistas.unifacs.br/index.php/rgb/article/view/377 >. Acesso em 16 de novembro de 2016

GHERARDI, S; STRATI, A. Administração e aprendizagem na prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

LE BOTERF, G. Repenser la compétence. Pour dépasser les idées reçues: quinze propositions. Proposition 10. Paris: Eyrolles, 2008.

MARRA, A.V. O professor-gerente: processo de transformação. Revista de Ciências Humanas, Vol. 6, Nº 2, p. 253-265, Jul./Dez. 2006. Disponível em < http://www.cch.ufv.br/revista/pdfs/artigo6vol6-2.pdf >. Acesso em 12 de junho de 2015.

MELO, M.C.O.L.; LOPES, A. L. M.; RIBEIRO, J. M. O cotidiano de gestores entre as estruturas acadêmica e administrativa de uma instituição de ensino superior federal de Minas Gerais. Revista Organizações em Contexto, v. 9, n. 17, p. 205-227, 2013. Disponível em < http://www.spell.org.br/documentos/ver/10435/o-cotidiano-de-gestores-entre-as-estruturas-academica-e-administrativa-de-uma-instituicao-de-ensino-superior-federal-de-minas-gerais >. Acesso em 12 de junho de 2015.

MENDONÇA, J.R.C.; BARBOSA, M.A.C.; PAIVA, K.C.M. Competências gerenciais do professor de ensino superior para a gestão universitária: discussão teórica. In: 3.ª Conferência FORGES – Fórum da Gestão do Ensio Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa, 2013, Recife. Anais 3.ª Conferência FORGES, 2013. Disponível em < http://www.aforges.org/conferencia3/docs_documentos/SESSOES%20PARALELAS%20/1_Modelos%20de%20Gestao%20das%20Instituicoes%20de%20Educacao%20Superior/J%20Mendonca_M%20Barbosa_K%20Paiva_Competencias%20gerenciais%20do%20professor.pdf >. Acesso em 12 de junho de 2015.

MORAES, L.V.S.; SILVA, M.A.; CUNHA, C.J.C.A. Aprendizagem gerencial: teoria e prática. Revista de Administração de Empresas-eletrônica, São Paulo, v.3, n. 1, p.01-21, 2004. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/raeel/v3n1/v3n1a09 >. Acesso em 11 de junho de 2015.

PEREIRA, A.L.C; SILVA A.B. As competências gerenciais nas instituições federais de educação superior. Cadernos EBAPE. BR. Rio de Janeiro, ed. Especial 9, Art.9, p.627-647, jul. 2011. Disponível em < http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5445/4179 >. Acesso em 12 de junho de 2015.

PREDES, F.S.L. A implementação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI): consensos e dissensos na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). 2015, 161. Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais, UFRRJ, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Seropédica.

PRODANOV, C.C.; FREITAS, E.C. Metodologia do trabalho científico. Novo Hamburgo: Universidade FEEVALE, 2013. Disponível em < http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20%20Cientifico.pdf >. Acesso em 04 de abril de 2015.

ROESCH, S.M.A. Projetos de Estágio e de Pesquisa em Administração. Guia para Estágios, Trabalhos de Conclusão, Dissertações e Estudos de Caso. São Paulo: Atlas, 1999, Cap.3,6e9.

SACCOL, A.Z. Um Retorno ao Básico: Compreendendo os Paradigmas de Pesquisa e sua Aplicação na Pesquisa em Administração. Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, v. 2, n. 2, p. 250-269, maio/ago. 2009. Disponível em < http://www.spell.org.br/documentos/ver/5104/um-retorno-ao-basico--compreendendo-os-paradigm--- >. Acesso em 04 de abril de 2015.

SILVA, A.B; SOUSA, F.G. Revelando Histórias da Aprendizagem Gerencial no Programa Trainee do SEBRAE. XVII SEMEAD, 2014. Disponível em < http://sistema.semead.com.br/17semead/resultado/trabalhosPDF/1358.pdf >. Acesso em 12 de junho de 2015.

SILVA, F.M.V e CUNHA, C.J.C.A. A transição de contribuidor individual para líder: a experiência vivida pelo professor universitário. Revista GUAL, Florianópolis, v. 5, n. 1, pp. 145-171, jan./fev./mar./abr. 2012. Disponível em < https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/view/1983-4535.2012v5n1p145 >. Acesso em 10 de maio de 2015.

THOMAS, D.R. A General Inductive Approach for Analyzing Qualitative Evaluation Data. American Journal of Evaluation, v. 27 n. 2, p. 237-246, June 2006. Disponível < http://aje.sagepub.com/content/27/2/237.abstract >. Acesso em 10 de abril de 2015.

VERGARA, S.C. Métodos de Coleta de Dados no Campo. São Paulo: Atlas, 2012.

VERGARA, S.C.; CALDAS, M.P. Paradigma Interpretacionista: a busca da superação do objetivismo funcionalista nos anos 1980 e 1990. Revista de Administração de Empresas. V. 45, n. 4, out/dez 2005. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/rae/v45n4/v45n4a06 >. Acesso em 04 de abril de 2015.

VILLARDI, B.Q; LEITAO, S.P. Organizações de Aprendizagem e Mudança Organizacional. Revista de Administração Pública, v.34, n. 3, p.53- 70, Maio/Jun 2000. Disponível em < http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/6280 >. Acesso em 13 de setembro de 2015.

VILLARDI, B.Q; VERGARA, S.C. Implicações da Aprendizagem Experiencial e da Reflexão Pública para o Ensino de Pesquisa Qualitativa e a Formação de Mestres em Administração. Revista de Administração Contemporânea, v.15, n.5, art.1, p. 794-814, Set/Out 2011. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552011000500002 >. Acesso em 02 de dezembro de 2015.

YIN, R.K. Estudo de Caso. Planejamento e Métodos. 5.Ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2017.v10i2.408

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.