SATISFAÇÃO E VALORES RELATIVOS AO TRABALHO: estudo realizado com os colaboradores Beltrame Comércio de Materiais de Construção

Aline Mortari Machado, Vívian Flores Costa

Resumo


 

Desde as últimas décadas, no contexto organizacional, os colaboradores passaram a receber maior atenção de pesquisadores com o intuito de conhecer mais sobre os aspectos peculiares dos indivíduos e sobre o comportamento humano.  Assim, tendo em vista a importância da temática, o objetivo principal deste estudo foi analisar a satisfação no trabalho e os valores relativos ao trabalho dos colaboradores da empresa Beltrame Comércio de Materiais de Construção. Para atingir o objetivo proposto, foi realizada uma pesquisa quantitativa através da aplicação de um questionário na força de trabalho contendo a Escala de Satisfação no Trabalho (EST), proposta por Siqueira (1995) e a Escala de Valores do Trabalho Revisada (EVT-R), de Porto e Pilati (2010), juntamente com questões para caracterizar o perfil sociodemográfico dos colaboradores. Como principais resultados, obteve-se que os colaboradores sentem-se, no geral, satisfeitos com a empresa e o principal valor orientador no trabalho é Segurança.

 


Palavras-chave


Gestão de Pessoas; Satisfação no Trabalho; Valores Relativos ao Trabalho

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, R. O. B.; AMBONI, N. - Estratégias de Gestão: Processos e funções do administrador - Editora Elsevier, São Paulo, 2010, p. 59.

ANDRADE, T.; VIEIRA, K. M.; ESTIVALETE, V. F. B. & FILHO, R. B. A influência dos valores relativos ao trabalho nas decisões de carreira: um estudo sobre as perspectivas de discentes de instituições de ensino superior. REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre), 2014, vol. 20, n.3, p.625.

BERGAMINI, C. W. Psicologia aplicada à administração de empresas: psicologia do comportamento organizacional. Editora Atlas, São Paulo, 1998, p. 19.

BOAS, A. A. V.; ANDRADE, R. O. B. - Gestão Estratégica de Pessoas – Editora Elsevier , Rio de Janeiro, 2009.

BORGES, L. O.; MOURÃO, L. Trabalho e as organizações - Atuações a partir da Psicologia. Editora Artmed, Porto Alegre, 2013

BRIEF, A. P.; WEISS, H. M. Organizational behavior: Affect in the workplace. Annual Review of Psychology, 53, 279–307, 2002

CAVANAGH, S. J. Job satisfaction of nur¬sing staff working in hospitals. Journal of Advanced Nursing, 1992, v. 17, n. 6, p. 707.

CERTO, S. C.; PETER, J. P. Administração Estratégica. Editora Pearson, São Paulo, 2005.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica, 5. ed., Editora Pearson Prentice Hall, 2002 São Paulo.

CHIAVENATO, I.; SAPIRO, A. Planejamento Estratégico: Fundamentos e Aplicações. 12ª ed., Editora Elsevier, pág. 70. São Paulo, 2004.

CHIAVENATO, I. Iniciação à Administração Geral. 3ª ed, São Paulo: Manole, 2009, p 130

COELHO JUNIOR, F. A.; FAIAD, C. Evidências de Validade da Escala de Satisfação no Trabalho. Avaliação Psicológica, 2012, 11(1), pp. 111-121, 2012.

DELFINO, I. A. L.; LAND, A. G. & SILVA, W. R. - A Relação entre Valores Pessoais e Organizacionais Comparados aos Princípios do Cooperativismo - Revista Interinstitucional de Psicologia, 3 (1), pp. 67-80, 2010.

ESTIVALETE, V. F. B.; LÖBLER, M. L.; VISENTINI, M. S. & ANDRADE, T. - Valores relativos ao trabalho e a relação com o comprometimento organizacional: a percepção dos colaboradores de uma empresa internacionalizada - Revista Base (Administração e Contabilidade) da UNISINOS, vol. 7, núm. 2, abril-junho, pp. 135- 148, 2010.

FONSECA J. J. S. Metodologia da Pesquisa Científica. Fortaleza UEC. Apostila, 2002.

Gerhardt, T. E.; SILVEIRA, D. T. - Métodos de Pesquisa - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Editora da UFRGS, Porto Alegre, 2009. 1ª ed.

GIL, A. C. Como elaborar projeto de pesquisa. 4. ed. - São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, A. C. Gestão de Pessoas: enfoque nos papéis profissionais. São Paulo: Atlas, 2001.

GIL; A. C. Gestão de Pessoas: Enfoque nos papéis profissionais. São Paulo: Atlas, 2012.

GIRARDI, D. M.; DE SOUZA, I. M. & GIRARDI, J. F. O processo de liderança e a gestão do conhecimento organizacional: as práticas das maiores indústrias catarinenses. Revista de Ciências da Administração, v. 14, n. 32, 2012.

HACKMAN, R; PORTER, L.W. Predicciones de la eficiencia en el trabajo por la teoria de las expectativas. In: FLEISHMAN, E.A; BASS, A. R. (Orgs.). Estudios de psicologia industrial y del personal. México: Editoral Trilhas, 1971. p. 295-304.

HELAL, D. H.; GARCIA, F. C & HONÓRIO, L. C. Gestão de Pessoas e competência: teoria e pesquisa/ Curitiba, Juruá, Editora Juruá, 2008.

HERZBERG, F.; MAUSNER, B.; SNYDERMAN, B. The motivation to work. Nova Iorque: Wiley, 1959.

IRONSON, G. H.; BRANNICK, M. T.; SMITH, P. C.; GIBSON, W. M. & PAUL K. B. Construction of a Job in General Scale: A comparison of Global, Composite and Specific Measures - Journal of Applied Psychology, Vol 74, No 2, pág. 193-200, 1989.

JESUS, M. S. P.; JESUS, J. S. - Medidas De Satisfação No Trabalho Em Uma Instituição De Ensino Superior - Revista Negócios Em Projeção Vol. 3 | Nº 2 – Nov. 2012

JIN, J.; ROUNDS, J. Stability and change in work values: a meta-analysis of longitudinal studies., Journal of Vocational Behavior v. 80, n.2, p. 326-339, 2012.

LOCKE, E. A. The nature and causes of job satisfaction. In M. D. Dunnette (Ed.), Handbook of industrial and organizational psychology (pp. 1290–1350). Chicago: Rand McNally, 1976.

LOPES, L. F. D.; MULLER, I.; SOUZA, A. M.; ANSUJ, A. P.; MOREIRA JUNIOR, F. J.; STRAZZABOSCO, F. & BORTOLUZZI, O. A. Caderno didático: Estatística geral. Santa Maria: UFSM, 2008.

MARQUEZE, E. C.; MORENO, C. R. C. Satisfação no trabalho – Uma breve revisão - Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, 30 (112): 69-79, 2005

MARTINS, M. C. F.; SANTOS, G. E. Adaptação e validação de construto da Escala de Satisfação no Trabalho. Psico-USF, v. 11, n. 2, p. 195-205, jul./dez. 2006.

MATTAR, F. N. Pesquisa de Marketing, edição compacta. 5ª Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

MÜLLER, C. J. Modelo de Gestão Integrando Planejamento Estratégico, Sistemas de Avaliação de desempenho e gerenciamento de processos (MEIO - Modelo de Estratégia, Indicadores e Operações), 2003, pág. 45 (Pós-Graduação em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

PORTO, J. B.; TAMAYO, A: Escala de Valores Relativos ao Trabalho – EVT. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Vol. 19 n. 2, pp. 145-152, Mai-Ago, 2003.

PORTO, J. B.; PILATI, R. Escala Revisada de Valores relativos ao trabalho– EVT-R. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 23, n.1, p. 73-82, 2010.

ROBBINS, S. P. Comportamento Organizacional - 11ª Edição, Pearson Education, São Paulo, 2006.

ROS, M.; SCHWARTZ, S. H. & SURKISS. S. Basic individual values, work values, and the meaning of work. Applied Psychology: An International Review, 48(1), 49-71, 1999.

SAARI, L. M.; JUDGE, T. A. Employee Attitudes and Job Satisfaction. Human Resource Management, Vol. 43, No. 4, Pp. 395–407 - 2004 Wiley Periodicals, Inc. Published online in Wiley InterScience, 2004

SCHERMERHORN, J. R.; HUNT, J. G. & OSBORN R. N. - Fundamentos de comportamento organizacioal, 2ª Edição, Editora bookman, Porto Alegre, RS, 1998.

SCHWARTZ, S. H. Universals in the content and structure of values: Theory and empirical tests in 20 countries. In: ZANNA, M. (Ed.). Advances in experimental social psychology. Nova Iorque: Academic Press, 1992.

SCHWARTZ, S. H. Valores humanos básicos: seu contexto e estrutura intercultural. In: TAMAYO, A.; PORTO, J. B. (Orgs.) Valores e comportamento nas organizações. Petrópolis: Vozes, 2005.

SPECTOR, P. E. (1997). Job satisfaction: Application, assessment, causes, and consequences. Thousand Oaks, CA: Sage

SIQUEIRA M. M. M.; PADOVAM, V. A. R. Bases teóricas de bem-estar subjetivo, bem estar psicológico e bem-estar no trabalho. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, DF, 2004.

SIQUEIRA, M. M. M. - Medidas do comportamento organizacional: Ferramentas de diagnóstico e de gestão / SIQUEIRA, M. M. M. (Org.). – Editora Artmed, Porto Alegre, 2008.

TAMAYO, A. Contribuição ao Estudo dos Valores Pessoais, Laborais e Organizacionais. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 23, n. especial, 2007.

TAMAYO, A.; GONDIM, M. das G. C. Escala de valores organizacionais. RAUSP – Revista de Administração, São Paulo, v. 31, n. 2, 1996.

VIEIRA, K. M.; DALMORO, M. Dilemas na construção de escala de likert: o número de itens e a disposição influenciam nos resultados. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 32, 2008.

Vroom, V. H. Work and motivation. Nova Iorque: Willey, 1964.

WATSON, A. M.; THOMPSON, L. F. & MEADE, A. W. Measurement Invariance of the Job Satisfaction Survey Across Work Contexts. Paper presented at the 22nd Annual Meeting of the Society for Industrial and Organizational Psychology, New York. April, 2007.

XAVIER, R. Gestão de pessoas na prática - desafios e soluções - Editora Gente, São Paulo, 2006.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2016.v9i2.315

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.