DINÂMICAS DO CONTEXTO POLÍTICO E ADMINISTRATIVO NA CONSTRUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE

Albino Alves Simione

Resumo


Este trabalho tem como finalidade analisar a trajetória recente da administração pública e compreender as transformações que visam a modernização dos processos de gestão em Moçambique. Está baseado na revisão de literatura sobre os modelos de administração pública e na análise de documentos que expressam as diferentes práticas de gestão implementadas no período de 1975 a 2011. Adotamos uma abordagem qualitativa com enfoque exploratório sobre o caso da administração pública moçambicana e, sustentamos nosso estudo na análise de conteúdo de documentos oficiais que retratam as condições estruturais e institucionais sobre o desenho político da organização do Estado e as opções de gestão realizadas ao longo do tempo. Após fazermos um balanço que percorre a administração pública burocrática, a administração pública na era da democracia e o projeto implementado pela estratégia de reforma administrativa do ano de 2001, os resultados da análise empreendida mostram-nos que, apesar da introdução de um número grande de iniciativas de mudanças no seio da administração pública moçambicana, persistem desafios no contexto da agenda de modernização com destaque para o arcabouço institucional vindo do período de maior centralização administrativa, o grau de indução da descentralização exercido pelos governos central e locais e as fragilidades organizacionais e estruturais da administração pública que limitam e condicionam os processos de reformas que têm sido desenvolvidos.

 

This work aims to analyze the recent trend of public administration and understand the changes that seek to modernize the management process in Mozambique. It is based on literature review on the models of public administration and analysis of documents expressing different management practices implemented in the period 1975-2011. We adopted a qualitative approach with exploratory focus on the case of mozambican public administration and we maintain our study on the content analysis of official documents that depict the structural and institutional conditions on the political design of the State organization and management choices made over time. After doing a retrospective that runs bureaucratic public administration, public administration in the era of democracy and the project implemented by the administrative reform strategy of the year 2001, the results show us that despite the introduction of a large number of change initiatives within the mozambican public management, there are still challenges in the modernization agenda highlighting the institutional framework coming from greater administrative centralization period, the degree of induction of decentralization exercised by central and local governments and structural and organizational weaknesses of public administration that limit the processes of reforms that have been developed.


Palavras-chave


Administração pública; Burocracia; Descentralização; Reforma administrativa

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHAMSSON, Hans; NILSSON, Anders. Mozambique: the troubled transition. From socialist construction to free market capitalism. London: Zed Books, 1995.

ARRECTHE, Marta. Mitos da descentralização: mais democracia e eficiência nas políticas públicas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 31, n. 11, p. 44-66, 1996.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70. 2004.

BRITO, Luís. Uma dimensão crítica da representação política em Moçambique. In: BRITO, et al. (Orgs). Desafios para Moçambique 2010. Maputo: IESE, p. 17-23, 2009.

CAVALCANTE, Pedro. Descentralização de políticas públicas sob a ótica neoinstitucional: uma revisão de literatura. Revista de Administração Pública-RAP, v. 45, n. 6, p. 1781-1804, 2011.

CASTEL-BRANCO, Nuno. Moçambique-perspectivas econômicas. Maputo: UEM, 1994.

CIRESP. Comissão Interministerial para Reforma do Setor Público. Estratégia Global de Reforma do Sector Público: 2001-2011. Maputo, 2001.

DENHARDT, Robert; DENHARDT, Janet. The New Public Service: Serving Rather than Steering. Public Administration Review, v. 60, n. 6, p. 549-559, 2000.

GODOY, Arilda. Estudo de caso qualitativo, In: GODOI, C., et al. Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. São Paulo: Saraiva, p. 115-145, 2010.

HANLON, Joseph. Peace without profit: How the IMF blocks rebuilding in Mozambique. Currey: Oxford, 1996.

MACAMO, Elisio; NEUBERT, Dieter. When the post-revolutionary state decentralizes: the reorganization of political structures and administration in Mozambique. Cadernos de Estudos Africanos, v. 5, n. 6, p. 51-74, 2003.

MANOR, James. The political economy of democratic decentralization. Washington, D.C: World Bank, 1999.

MAZULA, Aguiar. Quadro institucional dos distritos municipais. In: MAZULA, Aguiar, et al. Autarquias Locais em Moçambique: antecedentes e regime jurídico. Lisboa-Maputo: ed. UEM, p. 57-71, 1998.

PLANK, David. Aid, debt, and the end of sovereignty: Mozambique and its donors. The Journal of Modern African Studies, v. 31, n. 3, p. 407-430, 1993.

THOONEN, Theo. Reforma administrativa analítica. In PETERS, Gay.; PIERRE, Jon. (org). Administração pública. São Paulo: Editora UNESP, p. 473-490, 2010,

VALÁ, Salim. Descentralização e desenvolvimento sustentável no Moçambique rural. In: CISTAC, Gilles.; CHIZIANE, Eduardo. 10 anos de Descentralização em Moçambique: os caminhos sinuosos de um processo emergente. Maputo: FD-NEAD, UEM, p. 174-210, 2008.

SIMIONE, Albino. New organizational forms of contemporary public management: a brief analysis of recent experience of Mozambique. Public Administration Research, v. 2, n. 2, 148-158, 2013.

SOIRI, Lina. Moçambique: Aprender a caminhar com uma bengala emprestada? Ligações entre descentralização e alívio à pobreza. Maastricht: European Centre for Development Policy Management, 1999.

YIN, Robert. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução de Daniel Grassi. 3.ed. Bookman: Porto Alegre, 2005.




DOI: https://doi.org/10.28950/1981-223x_revistafocoadm/2015.v8i2.154

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

e-ISSN: 1981-223x 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.